Home » ÚLTIMAS NOTÍCIAS » Despejo de lixo e objetos aumenta focos do mosquito da dengue e acende alerta em Luiziana

Despejo de lixo e objetos aumenta focos do mosquito da dengue e acende alerta em Luiziana

dengueO combate aos focos do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya, tem se concentrado principalmente na conscientização dos cidadãos em Luiziana.

Todos os dias equipes da Secretaria de Saúde estão nas ruas orientando os moradores. O alerta é para que moradores cuidem de suas casas, não deixando pratos de vasos de planta com água, recipientes virados para cima e qualquer tipo de lixo que possa servir de meio de reprodução para as larvas.

Os agentes de combate a endemias fazem o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (Liraa), que mede a infestação larvária em Luiziana, o que nos últimos dias tem causado preocupação, pois os focos do mosquito da dengue estão aumentando.

O objetivo do Liraa é retratar a situação do município, checando em qual grau de infestação se encontra e indicar em quais recipientes o mosquito coloca seus ovos. Esse índice, que é calculado pelo número de casas que apresentam larvas do inseto, é considerado aceitável quando é inferior a 1%.

A preocupação aumentou em Luiziana, pois de 20 locais visitados pelos agentes em pelo menos 50% foram encontrados focos do mosquito da dengue.  De janeiro até agora foram registrados 4 casos suspeitos da doença.

 

Medidas para eliminar o mosquito da dengue

Tampar os depósitos de água. A boa vedação de caixas d’água, tanques e fossas impedirão que os mosquitos depositem seus ovos.

Remover o lixo. O acúmulo de lixo e de detritos em volta das casas serve como criatório do mosquito.

Limpar os recipientes de água. Não basta trocar a água do vaso de planta ou usar um produto para esterilizar a água, como a água sanitária. É preciso lavar os recipientes com bucha, para retirar as larvas.

Leave a Reply