Gruta de Santa Ana recebe procissão nesse domingo na comunidade de Campina do Amoral

Acontece nesse domingo (22), a tradicional Procissão de Santa Ana na Comunidade de Campina do Amoral, interior de Luiziana.

Para marcar esse momento de Fé, acontece as 8:00hs da manhã a Santa Missa na Capela Santa Terezinha em Campina do Amoral que será celebrada pelo Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Luiziana Padre Sidinei Teixeira Gomes, após a missa haverá a saída da Procissão que deve percorrer cerca de 5km até a água de Santa Ana.

HISTÓRIA DA GRUTA SANTA ANA

Há muitos anos atrás ouve uma revolução ou guerra do Paraguai onde muitos soldados acamparam na Campina do Amoral, muitos soldados estavam doentes e machucados, foi quando apareceu um profeta com o nome de São João Maria onde ele abençoou um olho D’agua e foi com o uso dessa água que os soldados eram curados.

Conta-se também que o profeta São João Maria permaneceu no local por muitos dias com os soldados e usava a água como remédio, com isso o povo fazia promessa e recebiam a cura.

A primeira aparição foi registrada em 1954. Um casal fazia sempre oração naquele olho d’agua quando foi um dia eles viram uma coroa de flores e a água ficou na cor de sangue, outras pessoas enxergaram sinais e imagem de santa. Na época os pais de Dona Paulina Kaiser proprietária do local sonharam que aquela santa que apareceu é Santa Ana foi quando Paulina e seu esposo foram até Aparecida do Norte e trouxeram a imagem de Santa Ana e colocaram no local.

Teve também o milagre de Dona Luiza Ferri Alessi onde ela teve na época um acidente grave, na época sua mãe fez uma promessa que se a filha sobrevivesse ela faria uma gruta no local, ela teve a graça alcançada.

Anos após anos muitos milagres foram acontecendo nas Aguas de Santa Ana, curas como dores de cabeça, coluna, hemorragia, muitas crianças foram curadas. Aos poucos testemuhas de milagres deixavam no local fotografias, roupas, muletas e objetos pessoais. Com freqüência crianças são batizadas no local sob as águas de Santa Ana.

Desde 1968  até atualmente todos os anos acontece a Procisão em Homenagem a Santa Ana, onde centenas de devotos vem de várias cidades pagar promessas, fazer pedidos e agradecer as graças alcançadas. Os visitantes levam garrafas pra pegar a Agua de Santa Ana para pessoas enfermas serem curadas.

Essa história foi contada por Dona Olga Costin, filha de Leonor Walter Costin pioneira da Comunidade de Campina do Amoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *