Luiziana sediou encontro de Sericicultores da região

02Já próximo do início de um novo ciclo de criação do bicho-da-seda no Paraná, cerca de 150 sericicultores se reuniram em Luiziana, nesta quinta-feira (28), para debater alternativas tecnológicas capazes de contribuir com o incremento da produtividade e aumento da rentabilidade deste negócio. Também foi apresentada análise de especialistas sobre as perspectivas de mercado e linhas de crédito para custeio.

Esse foi o 1º Encontro Regional de Sericicultores em Luiziana, promovido em parceria com a Emater, Fiação de Seda Bratac, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Prefeitura de Luiziana.

Participaram do encontro o Prefeito de Luiziana Mauro Slongo, o Chefe do Núcleo Regional da Seab de Campo Mourão José Ricardo Rissardo, Chefe Regional da Emater de Campo Mourão, Jairo Martins de Quadros, representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Luiziana Anderson Macena, Gerente Local do Sicredi Paulo Ossussi, gerente de matéria prima da Bratac Jose Yoshiriro Óda e equipe técnica, além de técnicos da Emater da região, demais autoridades e produtores.

O Chefe Regional da Emater de Campo Mourão, Jairo Martins de Quadros, destacou que o encontro abre um bom espaço para a troca de experiências entre os criadores. “Temos aqui na região 11 municípios participando desse evento onde os agricultores são acompanhados pela Emater e Bratac, com um grande potencial de produção”. Os produtores têm o total apoio da Emater para acessar crédito e investir em equipamentos que tornaram os seus empreendimentos mais eficientes do ponto de vista produtivo e menos exigentes em mão de obra.

Sericicultura no Estado

O Paraná produz por ano cerca de 2.400 toneladas de casulos, 84% da safra nacional, praticamente toda ela destinada ao mercado internacional. A atividade está presente em 165 municípios e desenvolvida por 1.860 criadores que faturam anualmente R$ 40,2 milhões com a venda da produção.

É uma alternativa de diversificação, permitindo a entrada mensal de renda durante nove meses do ano.

Redação: Maritania Forlin

Foto: Célio Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *